28 maio, 2012

Uma história de coragem e determinação

Aos cinco anos, Lorenzo (Zack O'Malley Greenburg), filho único do casal Augusto (Nick Nolte) e Michaela Odone (Susan Saradon), começa a apresentar os sintomas da adrenoleucodistrofia (ADL), uma rara doença genética que destrói lentamente o sistema neurológico. Inconformados com o diagnóstico, os seus pais dão início a um exaustivo estudo científico para entender o mecanismo da doença e ter condições de discutir com os médicos o melhor tratamento para amenizar o sofrimento da criança. O esforço sobre-humano dos dois é uma luta contra o tempo, já que os médicos prevêem poucos anos de vida para o menino e quase nada sabem sobre a ADL. Esse é o drama retratado no filme O Óleo de Lorenzo (1992), que eu tirei do fundo do baú para indicar aos que curtem filmes tocantes e baseados em fatos reais.


A combinação da história dramática, permeada de questões éticas e psicológicas, com a interpretação perfeita e sensível dos protagonistas prende e comove. Vale aqui o destaque para o ator mirim, que empresta uma realidade incrível às dificuldades do seu personagem, despertando no espectador o sentimento de compaixão. Curiosamente, apesar do trabalho digno de aplausos, Zack iniciou e encerrou a carreira teatral com esse filme.

Com direção de George Miller e roteiro de George Miller e Nick Enright, a película quebra a monotonia que o tema poderia sugerir. A trama deixa uma mensagem marcante de esperança e amor incondicional, além de lições importantes sobre o aprimoramento das relações humanas.

Será que eu chorei?

2 comentários:

TD disse...

Este Filme é perfeito está na minha lista de filmes preferidos. Boa pedida e por sinal, não vou negar, tb chorei. hehehe

INGRID DRAGONE disse...

Que bom ver vc por aqui, TD!!!