15 julho, 2008

Edição

O repórter chega da rua. Furo gravado. O material mal repousa sobre as mãos do editor. Escadas. Ilha de edição. Olhos. Ouvidos. Ambos atentos à fita bruta. Plano seqüência... A filmagem de quinze será resumida a minutos. Dois, no máximo. Síntese e conteúdo. A matéria: uma história bem costurada. Lógica, relevância dos fatos, do que é dito pelas fontes. O tempo corre. O programa já está no ar. O tempo corre. A matéria não pode cair. É a do dia. Concentração. Raciocínio. Contextualização. Parte técnica: insert, fade, mosaico. Ainda falta a cabeça, os créditos, o gc, a impressão do espelho e da lauda. O tempo corre. O editor corre. Corre e xinga. Enfim, o vt é rodado para o telespectador, que nem desconfia do leão morto por trás daquelas imagens. Sentadinho no sofá.



Ingrid Dragone

Nenhum comentário: