07 novembro, 2007

Miga?


Miga. Novo substantivo da língua portuguesa. Vocábulo que expressa o sentimento de carinho ou proximidade de uma mulher para com outra. Sim. Normalmente, é utilizado por mulheres. O termo parece carregar todo o “glitter” e todo o “pink” do universo feminino.

Tem gente que não suporta o apelido. Diz que é coisa de gente falsa ou fresca. Os homens acham graça, e sabem que, hoje, imitar uma mulher sem usar a palavra miga não passa credibilidade. Bem, chamar alguém de miga pode até soar simpático. O problema está na generalização. Todo mundo agora é miga...

Outro dia, conheci uma menina numa festa. Acho que tínhamos dez minutos de conversa e eu já era miga! Costumo fazer amizades com certa rapidez, mas aquela “consideração” toda era, simplesmente, inadmissível! Inacreditável! Repugnável! Por que passou pela cabeça dela que eu ia achar normal que me chamasse de miga?

Miga, ao meu entender, é aquela para quem eu conto (alguns) segredos. É aquela que fala comigo, pelo menos, uma vez por semana. É aquela com quem eu já compartilhei momentos bons e ruins também. É aquela que conhece a minha forma de pensar. Que tem até o mesmo pensamento junto comigo. É aquela que fica feliz com meu sucesso. Que sabe o que tenho feito, e me aconselha a continuar ou desistir. Miga é aquela que vou encontrar no meio do shopping, vou gritar ‘migaaaaaaaaaaaaaaaa’, e abraçar. Sem auto-recriminação. Sem me sentir ridícula.

Tenho migas. Algumas. Migas são especiais. Não posso ter milhares. Dificilmente milhares serão migas. Para ser miga, antes de mais nada, tem de ser amiga de verdade.


Ingrid Dragone

Um comentário:

Anônimo disse...

O que vou dizer pra vc agora?? rsrsr...
Como tinha dito ...nda assustador! Na verdade gostei muito...pela verdade!
Mas bem que vc poderia deixar eu ser seu MIGO!!!! Só n vale fazer um texto sobre isso tb...
Bjssssssss!!!
Luiz