23 outubro, 2007

Gracinhas cotidianas

Meu ex-professor de Português contou-me que, certa vez, transitando por uma rua, viu afixada numa barraca a placa “Vende peixes”. Com a intenção de preservar a correção da sua língua materna, chamou o responsável pelo anúncio e aconselhou que conjugasse o verbo na terceira pessoa do plural, tempo presente, e a acrescentasse depois a partícula “se”. Decorrido algum tempo, o professor passa pela barraca e lê: “Vendem peixe-se”.

Nenhum comentário: