30 outubro, 2007

Dia-a-dia

A fase é outra meu amor

A frase toda é muita dor

E o amor que eu sabia

Era uma folha de papel

Era uma folha de outono

Na confusão de um carrossel...


Essa janela tá aberta

A vida tá toda lá fora

A vida tá como uma bola

Rolando na rua de pedra


Os pequeninos nada sabem

Fazendo voltas ao pião

O sentimento tô sentindo

No olho de um grande tufão


Dez varandas coloridas

Os baldinhos de areia

Os varais das Margaridas

E eu cultivo minhas teias


Essa janela tá aberta

A praça toda ensolarada

E eu sou toda madrugada

Com face de neve coberta


As pequeninas nada sabem

Fazendo bolhas de sabão

O sentimento tô sentido

Pocando ao alcance da mão


Dez crianças na ciranda

O palhaço cambaleia

No coreto, luz e banda

E eu com sangue-nó nas veias...


Ingrid Dragone


Um comentário:

Anônimo disse...

Agora sim...rsrs.
Luiz